Fé abandonada

Igreja de S. Pedro da Ermida - vista frontal

Igreja de S. Pedro da Ermida – vista frontal

Igreja de São Pedro da Ermida do Douro – GPS: 41°05’34.0″N 8°02’20.2″W

Junto ao Rio Douro no lugar da Ermida (freguesia de Oliveira do Douro, Cinfães) existe umas ruínas de uma igreja românica. É a antiga igreja paroquial de São Pedro da Ermida do Douro, uma das 6 freguesias do extinto concelho de Ferreiro de Tendais. Foi extinto por Decreto em 1855, passando para o concelho de Cinfães; e a freguesia da Ermida do Douro também foi extinta e foi integrada na freguesia de Oliveira do Douro.

Igreja de S. Pedro da Ermida - vista lateral Norte

Igreja de S. Pedro da Ermida – vista lateral Norte

A origem desta igreja remonta a Alta Idade Média. É constituída por uma nave única, uma capela-mor e uma sacristia. Terá sido realizado o culto religioso até meados do sec. XX, embora já há muito que a igreja paroquial era a Igreja de São Miguel de Oliveira do Douro. Associados a este monumento existem registos de casamentos, baptizados e óbitos desde os finais do séc. XVII até meados do séc. XIX.

Igreja de S. Pedro da Ermida - interior, capela-mor

Igreja de S. Pedro da Ermida – interior, capela-mor

A igreja encontra-se em ruínas, onde o telhado da capela-mor já caiu. Debaixo dos destroços da capela-mor existem vestígios de um altar e eventuais túmulos.

Igreja de S. Pedro da Ermida - túmulo

Igreja de S. Pedro da Ermida – túmulo

Igreja de S. Pedro da Ermida - túmulo

Igreja de S. Pedro da Ermida – túmulo

Igreja de S. Pedro da Ermida - altar lateral

Igreja de S. Pedro da Ermida – altar lateral

Existem 2 túmulos em nichos na parede Norte, que estão vandalizados e, em tempos recentes, terão servido como manjedoura para animais.
Também junto ao arco existem mais vestígios de este edifício ter sido utilizado para guardar animais domésticos, onde se pode observar “ruínas” de um galinheiro utilizando a estrutura de um antigo altar.
O chão da igreja é neste momento terra batida em que existe uma laje no local da pia baptismal (que não se encontra lá).

Igreja de S. Pedro da Ermida - janela românica

Igreja de S. Pedro da Ermida – janela românica

Igreja de S. Pedro da Ermida - detalhe da janela românica

Igreja de S. Pedro da Ermida – detalhe da janela românica

A janela existente na parede da capela-mor, uma fresta entre duas colunas com capitéis, de características românicas deve ser um dos elementos mais antigos deste edifício religioso. O friso com um padrão geométrico por baixo dessa janela tem semelhanças a várias construções visigóticas existentes na Península Ibérica.

Igreja de S. Pedro da Ermida - fachada frontal

Igreja de S. Pedro da Ermida – fachada frontal

No foral de Ferreiros de Tendais consta que, em tempos remotos, a Igreja da Ermida foi convento de frades Bentos.

O espaço não é público e o estado de degradação torna a permanência dentro do edifício perigosa, em especial no Inverno. O telhado da nave principal está em risco iminente de cair, e as inúmeras e significativas fissuras nas paredes levam a crer que este edifício não resistirá a muitos Invernos. Contudo vale a pena visitar o local pelo valor histórico que tem para esta região do Douro, e pela paisagem e espaço envolvente que é muito bonito.

Igreja de S. Pedro da Ermida - entrada principal

Igreja de S. Pedro da Ermida – entrada principal

Igreja de S. Pedro da Ermida - zona envolvente

Igreja de S. Pedro da Ermida – zona envolvente

Igreja de S. Pedro da Ermida - zona envolvente

Igreja de S. Pedro da Ermida – zona envolvente

Igreja de S. Pedro da Ermida - vista para o Rio Douro

Igreja de S. Pedro da Ermida – vista para o Rio Douro

Advertisements